Pessoas, estou deixando aqui mais como lembrete do que qualquer outra coisa...

 

Para quem havia pedido, o modelo da capa para o trabalho do julgamento.

 

Beijos e boas provas!

 

Amanda.

 

Modelo da capa do trabalho.pptx (47,3 kB)

Downloads - Literatura - 1º ano -  O velho da horta e a Farsa de Inês Pereira

Olá queridos, como prometido em nossa última aula, estou postando na íntegra os textos de Gil Vicente, O velho da horta e a Farsa de Inês Pereira.


O velho da horta - Gil Vicente.pdf (252,4 kB)
Farsa de Inês Pereira - Gil Vicente.pdf (491,2 kB)

VIAGEM DE DEBRET COMEÇA PELA CAIXA CULTURAL SP

 

 


A mostra reúne 60 obras (aquarelas e desenhos) do famoso pintor francês que retratam o sul do Brasil no início do Século XIX

A Caixa Cultural São Paulo inaugura, no dia 3 de maio, às 19h, a exposição “Debret – Viagem ao Sul do Brasil”. A mostra, com a curadoria de Anna Paola Baptista, reúne 60 aquarelas e desenhos, realizados pelo artista francês Jean-Baptiste Debret, que chegou ao Brasil em 1816, integrando a Missão Artística Francesa, e aqui permaneceu por 15 anos. Todo o conjunto pertence ao acervo dos Museus Castro Maya, detentor da maior coleção de obras de Debret existente no Brasil. A exposição segue até o dia 19 de junho, com entrada gratuita, na galeria Vitrine da Paulista.

A exposição é dividida em dois conjuntos: aquarelas e desenhos, feitos pelo artista na viagem ao Sul do Brasil, em 1827, na comitiva do imperador D. Pedro I, que percorreu os estados de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O artista pintou belas marinas da costa sul brasileira, paisagens da mata nativa, índios, brancos e negros, em seu cotidiano, destacando-se as festas e as tradições populares. O segundo conjunto é composto por célebres aquarelas realizadas no Rio de Janeiro, que retratam a vida urbana na Corte, desde a pompa do Império até o dia-a-dia de escravos, seus hábitos, vestimentas, e os trabalhos por eles executados. Toda a crônica do cotidiano urbano da cidade, e de seus habitantes, transparece nas aquarelas do artista.

Debret é o mais conhecido dos artistas que compunham a Missão Artística Francesa. Sua obra fez a crônica da vida urbana no Brasil imperial, apresentando os tipos humanos, hábitos, costumes e festas populares, além de espetaculares paisagens da mata atlântica e de marinas que revelam a iconografia histórica do Brasil, num grupo de obras que poucas vezes itinerou pelo país.

As obras, que compõem a exposição “Debret – viagem ao Sul do Brasil”, foram adquiridas pelo mecenas Raymundo Ottoni de Castro Maya, em Paris, no final dos anos 1930, com o intuito de resgatar os originais de Debret, que haviam servido de base para o livro Viagem pitoresca e histórica ao Brasil, que o artista lançou na França. O colecionador também adquiriu um importante material inédito, que ficara de fora da publicação.

Segundo a curadora Anna Paola, as imagens do sul contrariam algumas das mais marcantes características do trabalho de Debret: a flagrante sensação de intimidade e proximidade com a cena retratada, que emana de suas aquarelas sobre o Rio de Janeiro. Nas cenas do sul, ao contrário, predominam as vistas ao longe, tomadas a partir de um ponto de observação distante e alto.

“Alguns historiadores acreditam que Debret não chegou realmente a empreender o deslocamento ao sul, tendo se utilizado de relatos e desenhos de outros viajantes para compor os trabalhos” explica a curadora. “Até o momento, não temos documentos que resolvam essa questão, mas pergunto: isso é o mais importante? A viagem de Debret ao sul pode até não ter sido física, revela-se, porém, como construção mental e artística de uma paisagem, de uma representação que a coloca indubitavelmente na categoria de viagem”, completa.

A produção da mostra está a cargo de Izabel Ferreira, da Memória Visual Produção Cultural, e é patrocinada pela Caixa Econômica Federal.

Sobre Jean-Baptiste Debret

O artista nasceu em Paris, em uma família de artistas, sobrinho-neto do pintor e gravador François Boucher e primo de Jacques-Louis David, grande mestre do Neoclassismo. Estudou na Academia de Belas Artes e tornou-se um dos pintores oficiais do império francês, retratando as façanhas de Napoleão. Desgostoso com a morte de seu único filho e com a derrocada de Napoleão Bonaparte, o artista aceita participar da Missão Artística Francesa, que vem ao Brasil à convite de D. João VI.

Nos 15 anos passados no Brasil o artista retratou a vida urbana do Rio de Janeiro, o cotidiano da corte, desde as celebrações oficiais com desfiles militares até o dia-a-dia da damas, as vestimentas, seus hábitos e costumes, as tradições e festas populares, os escravos que tudo vendiam nas ruas da cidade, a bela arquitetura colonial e a floresta, a natureza luxuriosa da floresta atlântica brasileira.

Sobre os Museus Castro Maya

Os Museus Castro Maya, no Rio de Janeiro – Museu do Açude e Museu da Chácara do Céu –, têm origem na coleção de arte, formada ao longo da vida, pelo empresário, colecionador e mecenas das artes Raymundo Ottoni de Castro Maya (1894-1968).

Filho de colecionadores, Castro Maya conservou e aumentou significativamente a coleção herdada, adquirindo obras de arte, nacionais e estrangeiras, do Século IV a.C. ao Século XX. Sua coleção se apoia em múltiplos interesses, incluindo a arte moderna brasileira, arte oriental, arte européia dos séculos XIX e XX, Brasiliana, mobiliário, porcelana e prataria, azulejaria e louça do Porto, arte popular brasileira, livros raros etc.

Foi editor de livros e grande incentivador das artes, criador da Sociedade dos Cem Bibliófilos do Brasil, da Sociedade dos Amigos da Gravura, fundador e primeiro presidente do Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio de Janeiro, presidente da Associação de Amigos do Museu Nacional de Belas Artes e membro do Conselho Federal de Cultura. Chamado de “um Medicis dos nossos dias”, foi mecenas e amigo de artistas brasileiros de seu tempo.

Castro Maya foi pioneiro, no Brasil, ao transformar sua coleção particular em patrimônio público, criando em 1963 a Fundação Castro Maya, e doando-lhe suas coleções e suas residências.

As casas do Açude e da Chácara do Céu começaram a funcionar como museus, respectivamente, em 1964 e 1972. E foram tombadas, juntamente com todo o acervo, em 1974. Na década de 1980, se deu a extinção da Fundação Castro Maya e os museus passaram para a esfera pública federal, integrados ao Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) do Ministério da Cultura. Em 2009, passaram a ser vinculados ao Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM)

FICHA TÉCNICA:

Curadoria: Anna Paola Baptista

Coordenação Geral: Izabel Ferreira

Design de Montagem: Anderson Eleotério

Programação Visual: Mauro Campello

SERVIÇO:

Exposição Debret – Viagem ao Sul do Brasil

Abertura para convidados e imprensa: dia 03/05, às 19h

Visita guiada com a curadora: dia 03/05, às 20h30

Datas: de 4 de maio a 19 de junho de 2011

Horário de visitação: terça-feira a sábado, das 9h às 21h, e domingos e feriados das 10h às 21h

Local: CAIXA CULTURAL São Paulo (Paulista) – Conjunto Nacional – Av. Paulista, 2083 – Cerqueira César, São Paulo (SP) – Metrô Consolação

Informações, agendamento de visitas mediadas e translado (ônibus) para escolas públicas: (11) 3321-4400

Acesso para pessoas com necessidades especiais

Entrada: franca

Recomendação etária: livre

Patrocínio: Caixa Econômica Federal

 

Fonte: http://agitosp.wordpress.com/2011/04/21/exposicao-debret-%E2%80%93-viagem-ao-sul-do-brasil-na-caixa-cultural/ Acesso em 24.05.2011 - Amanda 

Unicamp decide usar Enem para compor nota final do vestibular

DE SÃO PAULO

A Unicamp anunciou nesta segunda-feira que vai usar as notas do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) para compor a nota final do vestibular 2011, desde que o resultado do exame seja disponibilizado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) até o dia 15 de janeiro de 2012.

Começam hoje as inscrições para o Enem

O Enem está programado para os dias 22 e 23 de outubro. As inscrições começaram hoje, 23 de maio.

Por causa da data do Enem, a prova não será considerada na primeira fase do vestibular. Segundo a Unicamp, a data impossibilita que as notas estejam disponíveis com segurança até dia 30 de novembro, prazo máximo para que a universidade utilizasse as notas na primeira fase.

Assim como em anos anteriores, o Enem comporá até 20% da nota obtida na primeira fase --só que, nesse ano, essa incorporação só acontecerá no momento de calcular as notas finais dos candidatos, após a segunda fase.

O uso da nota do Enem será opcional para os candidatos e só será considerado quando melhorar a nota do vestibular.

No ano passado, a universidade desistiu de usar o Enem em seu processo seletivo por causa do prazo --a prova foi programada para novembro, impedindo que a nota fosse computada a tempo.

As inscrições para o Vestibular Unicamp 2012 começam no dia 22 de agosto e vão até 23 de setembro, no site da Comvest (Comissão Permanente para os Vestibulares da Unicamp).A primeira fase será no dia 13 de novembro, e a segunda etapa está marcada para os dias 15, 16 e 17 de janeiro de 2012

...............................................................................................................................................................................

Enem tem 470 inscritos por minuto nas primeiras horas

DE SÃO PAULO

 

O Inep, órgão do Ministério da Educação responsável pelo Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), informou nesta segunda-feira que nas primeiras duas horas de inscrição no exame foi contabilizada uma média de 470 inscritos por minuto.

As inscrições começaram às 10h de hoje, 23 de maio, e ficam abertas até as 23h59 do dia 10 de junho pelo site do MEC (Ministério da Educação). O exame deste ano ocorrerá nos dias 22 e 23 de outubro.

Somados, os inscritos nesta manhã já chegam aos 56,4 mil. O Inep informou que não irá fornecer balanços parciais no número de inscritos, mas que hoje o site está recebendo uma média de 1.200 novas conexões por segundo.

A taxa de inscrição é de R$ 35. Alunos da rede pública não pagam e os de escolas particulares podem pedir isenção.

O edital deste ano prevê que a prova do Enem tenha um alerta expresso para que o aluno cheque se a sua avaliação não tem defeitos de impressão.

Os candidatos também não poderão levar celular. Eles deverão colocar o aparelho em um saco plástico que ficará lacrado.

2012

Em 2012, haverá pelo menos duas edições do Enem, afirmou na semana passada Malvina Tuttman, presidente do Inep. A primeira prova ocorrerá nos dias 28 e 29 de abril. A previsão é que a segunda prova, no ano que vem, ocorra em novembro.

A realização de mais de uma edição da prova por ano é prometida pelo Ministério da Educação desde 2009, mas foi adiada devido à série de problemas ocorridos com a prova -- vazamento em 2009 e erros de impressão em 2010.

 

Notícias retiradas de www.folha.com.br. Acesso em 23.05.2011. Giselaine

  O Mundo Mágico de Escher

 

 Para aqueles que, como nós , acham as artes instigantes, vale a pena conferir!

 

A mostra reúne 94 obras, entre gravuras originais e desenhos, incluindo todos os trabalhos mais conhecidos do artista. Escher ficou mundialmente conhecido por representar construções impossíveis, preenchimento regular do plano e explorações do infinito. Escher foi um gênio da imaginação lúdica e um artesão habilidoso nas artes gráficas, mas a chave para muitos dos seus efeitos surpreendentes é a matemática, utilizada de uma forma intuitiva. A exposição mostra de forma analítica o desenvolvimento da obra gráfica do Escher em uma carreira de mais de 50 anos. Além disso, a exposição evidencia os efeitos de alguns fenômenos de espelhamento, perspectiva e matemática em diversas instalações interativas e lúdicas, além de um filme em 3D.

 

 

Serviço: 

Centro Cultural Banco do Brasil

Data: 19 de abril a 17 de julho de 2011

Horário: Terça a domingo, das 09h às 20h

Local: Subsolo, térreo, 1º, 2º e 3º andares

Classificação indicativa: Livre

Entrada Franca

Visita mediada: das 9h às 19h

 

 

Fonte: http://www.bb.com.br/portalbb/page511,128,10164,1,0,1,1.bb?dtInicio=4/2011&codigoEvento=4003 acessado em 20.04.2011 às 09h32

 

 

Concurso "Ler é Preciso" - Instituto Ecofuturo

 

Aos nossos queridos amantes das letras, eis uma oportunidade de mostrar ao mundo todo o seu talento! :)

O Instituto Ecofuturo está promovendo o concurso "Ler é Preciso", cujo tema deste ano é "Cuidar da vida". A escolha do gênero (crônica, narrativa, dissertação, conto) é livre , o que proporcionará mais liberdade ainda para sua criação!

  

Os prêmios para os 1º, 2º E 3º colocados são: um Notebook, publicação do texto vencedor em livro coletivo, troféu, conjunto com 5 livros, camiseta + ecobag, certificado + participação no evento cultural em São Paulo.

 

Ficou interessado? Então acesse o site da instituição colando o endereço a seguir no seu navegador:http://www.ecofuturo.org.br/concursocultural ou nos procure! Ficaremos muito felizes em ajudar!

 

Boa sorte!

Giselaine e Amanda

 

Novidades

Laerte - Bullying

08/09/2011 16:46
E depois dizem que não há utilidade na literatura (humpt!)

O casal - crônica da aluna Amanda Malerba - 2ºA

30/03/2011 17:41
          Estava sozinho em um shopping; sei o que você deve estar pensando: quem vai ao shopping sem ninguém? Mas considere que meu “acompanhante” me ligou dizendo que não poderia ir quando eu já estava com os ingressos e a pipoca na mão. Por isso resolvi ficar...

IV Festival Ibero-Amer​icano de Teatro de São Paulo

16/03/2011 11:15
        A Fundação Memorial da América Latina apresenta a 4ª edição do Festival Ibero-Americano de Teatro de São Paulo, a partir de 14 de março. Mais uma vez, o Memorial recebe grupos teatrais que se destacaram recentemente em seus países. É oportunidade rara...
  A volta do filho pródigo, por Moacyr Scliar

 

     "Cerca de 30 mil crianças e adolescentes fogem todo ano no Brasil. Oitenta por cento voltam para casa. Dificuldades com a família e busca de independência são as causas mais freqüentes das fugas. A volta é acompanhada de arrependimento". Folhateen, 28.mar.2005
    Meus pais não me compreendem, ele pensava sempre. As brigas, em casa, eram freqüentes. Os pais reclamavam do som muito alto, das roupas estranhas, das tatuagens. Revoltado, decidiu fugir de casa. Sabia que, para seus velhos, aquilo seria uma dura prova: afinal, ele era filho único. Mas estava na hora de mostrar que não era mais criança. Estava na hora de dar a eles uma lição. Botou algumas coisas na mochila e, uma madrugada, deixou o apartamento. Tomou um ônibus e foi para uma cidade distante, onde tinha amigos.
Ali ficou por vários meses. Não foi uma experiência gratificante, longe disso. Os amigos só o ajudaram na primeira semana. Depois disso ficou entregue à própria sorte. Teve de trabalhar como ajudante de cozinha, morava num barraco, foi assaltado várias vezes, até fome passou. Finalmente resolveu voltar. Mandou um e-mail, dizendo que estaria em casa daí a dois dias. E, lembrando que a mãe era uma grande leitora da Bíblia, assinou-se como "Filho Pródigo".
    Chegou de noite, cansado, e foi direto para o prédio onde morava. Como já não tinha chave do apartamento, bateu à porta. E aí a surpresa, a terrível surpresa.
    O homem que estava ali não era seu pai. Na verdade, ele nem sequer o conhecia. Mas o simpático senhor sabia quem era ele: você deve ser o     Fábio, disse, e convidou-o a entrar. Explicou que tinha comprado o apartamento em uma imobiliária:
    - Seus pais não moram mais aqui. Eles se separaram.
    A causa da separação tinha sido exatamente a fuga do Fábio:
    - Depois que você foi embora, eles começaram a brigar, um responsabilizando o outro por sua fuga. Terminaram se separando. Seu pai foi para o exterior. De sua mãe, não sei. Parece que também mudou de cidade, mas não sei qual.
    Fábio não agüentou mais: caiu em prantos. O homem se aproximou dele, abraçou-o. Entre aqui no seu antigo quarto, disse, tenho uma coisa para lhe mostrar. Ainda soluçando, Fábio entrou. E ali estavam, claro, o pai e a mãe, ambos rindo e chorando ao mesmo tempo. Tinha sido tudo uma encenação. Abraçaram-se, Fábio jurando que nunca mais sairia de casa.
    A verdade, porém, é que não gostou da brincadeira, mesmo que ela tenha lhe ensinado muita coisa. Os pais, ele acha, não podiam ter feito aquilo. Se fizeram, é por uma única razão: não o compreendem. Um dia, ele terá de sair de casa. Mais tarde, naturalmente, quando for homem, quando tiver sua própria casa. Só que aí levará os pais junto. Pais travessos como os que ele tem precisam ser controlados.
    

Folha de São Paulo (São Paulo) 04/04/2005

Bem-vindo ao nosso espaço :) 

Rap da Língua Portuguesa

 (A linguagem em ritmo)

 

Leitura, escrita, literatura, oralidade

A linguagem no ritmo da multiplicidade.

Vem com a gente, galera, vem pra conhecer

A linguagem em uso é o que vimos lhe trazer.

Na sala de aula era assim...

Aluno e professor. A Língua? Regras sem fim...

 

— Ai, que texto grande!! Não consigo entender!!

— Vale quanto, professor? Cai na prova?

— Vou ter mesmo que ler?

— Ai, que coisa chata! Não tem figura? Olha o tamanho da letra...

— É em dupla, professor? Vou ter mesmo que fazer?

 

— Escreve direito, menino!

— Não assassina o português!

— Caneta na mão copiando a lição!

— Sentado na cadeira!

— Isso não é lugar de brincadeira!

Essas são idéias que precisam mudar!

 

(...)

Este é o Rap da Língua Portuguesa

Vem com a gente aprender

Usar a língua com destreza

Oralidade, leitura e escrita

Desenvolver o pensar sem maldade

Mas também sem ingenuidade.

E tudo ler, do romance ao cordel.

O que aceita o papel, ler.

Com todos os tipos de textos, aprender.

 

(...)

Leitura, escrita, literatura e oralidade

Para a construção de uma nova sociedade.

Você é a personagem principal

Do texto e do contexto

É só entrar e abrir a janela

Para os mundos da linguagem.

 

(extraído do livro didático público da SEED-PR)

Novidades

Laerte - Bullying

08/09/2011 16:46
E depois dizem que não há utilidade na literatura (humpt!)

O casal - crônica da aluna Amanda Malerba - 2ºA

30/03/2011 17:41
          Estava sozinho em um shopping; sei o que você deve estar pensando: quem vai ao shopping sem ninguém? Mas considere que meu “acompanhante” me ligou dizendo que não poderia ir quando eu já estava com os ingressos e a pipoca na mão. Por isso resolvi ficar...

IV Festival Ibero-Amer​icano de Teatro de São Paulo

16/03/2011 11:15
        A Fundação Memorial da América Latina apresenta a 4ª edição do Festival Ibero-Americano de Teatro de São Paulo, a partir de 14 de março. Mais uma vez, o Memorial recebe grupos teatrais que se destacaram recentemente em seus países. É oportunidade rara...

Novidades

Laerte - Bullying

08/09/2011 16:46
E depois dizem que não há utilidade na literatura (humpt!)

O casal - crônica da aluna Amanda Malerba - 2ºA

30/03/2011 17:41
          Estava sozinho em um shopping; sei o que você deve estar pensando: quem vai ao shopping sem ninguém? Mas considere que meu “acompanhante” me ligou dizendo que não poderia ir quando eu já estava com os ingressos e a pipoca na mão. Por isso resolvi ficar...

IV Festival Ibero-Amer​icano de Teatro de São Paulo

16/03/2011 11:15
        A Fundação Memorial da América Latina apresenta a 4ª edição do Festival Ibero-Americano de Teatro de São Paulo, a partir de 14 de março. Mais uma vez, o Memorial recebe grupos teatrais que se destacaram recentemente em seus países. É oportunidade rara...

Downloads

2 ano - Gabarito das atividades de sala

17/11/2011 11:30
Entonces... segue o gabarito de nossos exercícios de hoje. Deem uma lida nas conjunções do livro (pg. 359), ok? Bjos, bjos...

Roteiro de estudo para o 1ano - Português - Giselaine

17/11/2011 11:27
Pessoas, segue o roteiro. Bjos! Roteiro bimestral 4 Gise.doc (33 kB)

Exercícios de linguagem - Conteúdo do 4. bimestre - 1. ano

17/11/2011 10:50
Pessoinhas, segue a lista das atividades de sala completa, com o gabarito. Bjos e bons estudos ;) Efeitos de sentido respostas.pdf (50,6 kB) Efeitos de sentido.pdf (149,6 kB)  

2º ano - Literatura - Exemplo de trabalho julgamento - Amanda

11/10/2011 08:33
Queridos, como adiantei em aula para vocês estou deixando aqui um modelo para que vocês tenham uma ideia de trabalho.   Reforço que este trabalho foi realizado por um ALUNO, ok? rsrs   Bom trabalho a todos!   Amanda. Ficha_14-2C_julgamento mb.docx (187,7...

2º ano - Conteúdos para bimestral - Giselaine

21/09/2011 11:48
Roteiro bimestral 3 gise 2ano.doc (55,5 kB)

1 ano - Conteúdos para bimestral - Giselaine

21/09/2011 11:46
Roteiro bimestral 3 Gise.doc (55,5 kB) 

2º ano - Gabarito das atividades de Verbos

21/09/2011 11:40
exerc verbos.docx (21,6 kB)

1 ano - Estrutura das palavras

11/09/2011 22:29
Arquivo teórico - 1 ano - Estrutura das palavras. Bjo, Gise estrut palavras.pdf (292,8 kB)

2 ano - Verbos

11/09/2011 22:26
 Arquivo teórico - 2ano - Verbos. Bjo, Gise. verbos.pdf (655,7 kB)

Estudos de recuperação - Linguagem 1ano

17/07/2011 22:22
Interlocução e contexto.pdf (367,4 kB) Linguagem e variação linguística.pdf (348,9 kB) Oralidade e escrita.pdf (69,8 kB) Após baixar os arquivos, responder os exercícios propostos. Nos plantões de estudo, tirar as dúvidas e proceder às correções.  
1 | 2 | 3 >>